Cabo Verde: Mais oportunidades para os portadores de deficiência, exigem activistas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Organizações de defesa das pessoas portadoras de deficiência esperam que o próximo Governo de Cabo Verde, resultante das eleições deste 18 de Abril, reforce as politicas a favor dos cidadãos com necessidades especiais.

António Pedro Melo Santos, presidente da Federação cabo-verdiana das Associações de Pessoas com Deficiência (Fecad), diz que o Estado deve assumir com maior precisão o seu papel na promoção da inclusão.

"Nós também precisamos que o Estado ratifique o protocolo facultativo à convenção sobre os direitos das pessoas com deficiência e à Convenção 159 da OIT, que trata da formação, emprego e reabilitação profissional ", diz o dirigente da Fecad.

E a presidente da Associação de Apoio e Inclusão de Mulheres Deficientes (Apimud), NeidaVeiga, diz que o próximo Governo deve "criar oportunidades e permitir mais acesso à educação, formação, emprego, entre outras".

Fontes[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit