COVID-19: vacinas devem custar cerca de 45 dólares por unidade ou kit aos governos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de julho de 2020

A Moderna Inc. planeja cobrar de 50 a 60 dólares por kit de duas doses de sua vacina contra o coronavírus, o que significa pelo menos US$ 11 a mais do que a vacina produzida numa parceria da Pfizer com a BioNTech, informou o Financial Times na terça-feira, 28 de julho, citando fontes não identificadas.

O preço proposto pela Pfizer Inc. e a BioNTech com o governo dos Estados Unidos (EU) é de 39 dólares. Analistas do setor disseram que o acordo de US$ 2 bilhões da Pfizer e da BioNTech com os EU para vacinar inicialmente 50 milhões de pessoas provavelmente pressionaria outros fabricantes a estabelecer preços semelhantes.

O preço proposto pela Moderna se aplicaria aos EU e outros países desenvolvidos, de acordo com o relatório.

Um porta-voz da Moderna disse que a empresa estava discutindo com os governos sobre o potencial fornecimento da vacina, chamada mRNA-1273, mas não forneceu detalhes sobre o preço "dada a natureza confidencial das discussões e contratos". O preço final da vacina da Moderna ainda não foi determinado, disse uma pessoa familiarizada com as discussões à Reuters.

Pfizer, Moderna e Merck & Co disseram que planejam vender suas vacinas com lucro, enquanto outro fabricantes de medicamentos, incluindo a Johnson & Johnson, anunciaram planos de vender suas vacinas sem ter qualquer lucro.

Fonte

Domínio Público Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da PanARMENIAN.
Este texto pode ser utilizado desde que seja Atribuído corretamente aos autores e ao sítio oficial
.
Veja os termos de uso (copyright) na página da PanARMENIAN
Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com