COVID-19: no Brasil, Anvisa estabelece regras de controle para o uso de cloroquina, hidroxicloroquina, nitazoxanida e ivermectina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Anvisa anunciou ontem novas regras de controle para a prescrição, a dispensação e a escrituração de quatro fármacos: a cloroquina, a hidroxicloroquina, a nitazoxanida e a ivermectina. As regras foram estabelecidas em Resolução da Diretoria Colegiada e publicadas no foram publicadas no no Diário Oficial da União (D.O.U.).

Segundo a Agência, o objetivo da Resolução é " coibir a compra indiscriminada de medicamentos que têm sido amplamente divulgados como potencialmente benéficos no combate" à covid-19. O Instituição também enfatizou que "ainda não existam estudos conclusivos sobre o uso desses fármacos para o tratamento" da doença.

Outro objetivo da norma é manter os estoques destinados aos pacientes que já possuem indicação médica para uso desses produtos, uma vez que estes medicamento são usados no combate e controle de outras doenças, como a malária (cloroquina e hidroxicloroquina), artrite reumatoide, lúpus e outras (hidroxicloroquina) e infecções parasitárias (ivermectina e nitazoxanida).

Com a Resolução, a compra desses produtos em farmácias e drogarias somente passará a ser permitida mediante apresentação de uma receita médica em duas vias.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit