Buratti disse à CPI dos Bingos que houve corrupção durante administração de Palocci

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rogério Buratti, ex-assessor do Ministro Antonio Palocci, confirmou as denúncias que havia feito sexta-feira passada (19). Foto: Roosewelt Pinheiro/ABr.

26 de agosto de 2005

Brasil

O advogado Rogério Tadeu Buratti, secretário municipal durante a gestão do então prefeito de Ribeirão Preto (SP), Antonio Palocci (atual Ministro da Fazenda) prestou depoimento para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos, nesta quinta-feira (25). Buratti confirmou as denúncias que fez sexta-feira passada (19) de que a empresa coletora de lixo Leão & Leão "contribuía com R$ 50 mil mensais" para a prefeitura de Ribeirão.

Buratti iniciou sua fala protestando contra a imprensa que, segundo ele, de maneira inadequada, deixou exposta sua vida pessoal e de seus familiares. Ele acusou um repórter de ter entregue à sua ex-mulher, gravações (grampo) de conversas telefônicas comprometedoras para seu casamento. Ele também disse que sua atual namorada está a ser perseguida injustamente. Ele chegou até citar Maria Madalena (da Bíblia) para dizer que, independente daquilo que sua mulher fez no passado, ela tem o direito de recomeçar a vida.

Os únicos dois senadores do Partido dos Trabalhadores (PT) presentes à reunião da CPI protestaram contra a presença do procurador do Ministério Público na sala de depoimento. Os senadores Tião Viana (PT) e Flávio Arns (PT) disseram que a presença do procurador poderia "constranger" o depoente. Buratti disse que não havia problema e que não sentia-se constrangido. Mesmo assim, os senadores do PT reclaramaram. Os outros parlamentares, dos outros partidos, não concordaram e, durante alguns minutos, houve um debate sobre a presença se o procurador deveria ficar ou não no recinto. O senador Pedro Simon (PMDB) chegou a concordar com os parlamentares do PT.

O depoimento de Buratti foi parecido com aquilo que ele já tinha dito sexta-feira passada (19) para o Ministério Público. Ele confirmou que as empresas de lixo pagavam ilegalmente mesadas à prefeitura de Ribeirão Preto, durante a administração do prefeito Antonio Paloci. Palocci, que atualmente é Ministro da Fazenda, disse domingo passado (21) que em sua administração nunca houve irregularidades como aquelas denunciadas por Rogério Buratti. Indagado se estaria disposto a repetir o depoimento na frente do Ministro da Fazenda Antonio Palocci, Rogério Buratti respondeu que sim.

Buratti contou que depois de seu afastamento da secretaria de governo de Ribeirão Preto ficou cinco anos na empresa Leão & Leão trabalhando como assessor. Segundo ele "as contribuições" eram uma espécie de "regra do jogo", e que elas não eram definidas pela empresa. Porém ele disse que não chegou a presenciar o então prefeito Antonio Palocci durante uma negociação sobre o pagamento das mesadas (propinas). Mesmo assim, ele afirmou que provavelmente esse tipo de negociação era de conhecimento do prefeito: "Mas o fato é que nenhuma empresa, seja pequena ou grande, faz algum tipo de contribuição sem que o patrão maior (no caso a prefeitura) tome conhecimento".

Buratti disse que os pagamentos ocorriam não apenas em Ribeirão Preto, e que ele repetia-se em outras prefeituras de outras cidades da região, e com administrações de outros partidos políticos.

Repetindo aquilo que já havia dito em Ribeirão Preto sexta-feira passada (19), Rogério Buratti disse que empresas de bingo de São Paulo e Rio de janeiro contribuíram para a campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Multimédia

(video)
Buratti confirma depoimento em Ribeirão Preto (info)
Rogério Buratti, confirmou seu depoimento em Ribeirão Preto, o que contradiz as declarações feitas domingo pelo Ministro da Fazenda Antonio Palocci. Buratti disse que repetiria seu depoimento, mesmo na frente de Palocci. Fonte: TV Senado.
Problemas para ver o vídeo? Ajuda media.


Áudio

(video)
PT protesta contra presença de procurador (info)
Senadores do PT protestam contra presença do procurador na sala de depoimento da CPI dos Bingos, que ouve Rogério Buratti (Agência Radio Senado).
Problemas para ouvir o arquivo? Ajuda media.


Ver também

Fontes

Página externa