Brexit: União Europeia aceita adiamento até 31 de janeiro de 2020

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

28 de outubro de 2019

A União Europeia (UE) decidiu "aceitar o pedido do Reino Unido para uma extensão do Brexit até 31 de janeiro de 2020", confirmou nesta segunda-feira (28) o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. O anúncio de Tusk foi feito pelo Twitter.

Ele acrescenta que a decisão deverá agora ser "formalizada por meio de um procedimento escrito".

De acordo com Donald Tusk, esse prazo pode ser encurtado caso o o Parlamento ratifique, entretanto, o acordo de saída firmado pelo primeiro-ministro, Boris Johnson, e por Bruxelas.

Renegociação

A decisão do adiamento foi tomada esta manhã, durante reunião de meia hora entre os embaixadores dos países integrantes da UE, que na última sexta-feira 25) tinham rejeitado um acordo sobre a duração da nova extensão da saída do Reino Unido do bloco europeu.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, sempre disse que não iria pedir um novo adiamento da saída do Reino Unido da União Europeia, mas viu-se forçado a fazê-lo quando o Parlamento britânico exigiu mais tempo para discutir o acordo.

Uma fonte de Downing Street (residência oficial do primeiro-ministro) informou à Agência Reuters que o governo vai considerar sugestões propostas pelos partidos da oposição, depois de os Liberais Democratas britânicos e o Partido Nacional Escocês terem dito que apoiam eleições antecipadas para 9 de dezembro.


Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati