Bolsonaro e a protecção da sua família

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

24 de Maio de 2020

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse aos seus ministros não estar disposto a ver sua família ou amigos "ferrar" devido à sua incapacidade de mudar seus próprios policias, segundo um vídeo divulgado por um juiz do STF na sexta-feira (22 de maio).

Na gravação de uma reunião ministerial de 22 de abril, Jair Bolsonaro diz que era sua prerrogativa mudar os policias, os seus chefes ou até mesmo um ministro.

"Tentei mudar oficialmente nosso pessoal de segurança no Rio de Janeiro e não consegui. Acabou. Não vou esperar minha família ou meus amigos se ferrarem", disse Bolsonaro. "Fim da história. Não estamos brincando."

O vídeo é uma componente-chave de uma investigação criminal contra Bolsonaro sobre as alegações de seu ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que saiu no mês passado e alegou que o presidente tinha tentado mudar membros da polícia federal.

Antes de se tornar presidente, Bolsonaro representou o estado do Rio como legislador federal por quase 30 anos. O seu filho, o senador Flavio Bolsonaro, também começou como legislador estadual e está sob investigação por suposta corrupção.

O juiz do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello ordenou a divulgação parcial do vídeo na tarde de sexta-feira, excluindo certas seções relacionadas a países com os quais o Brasil tem laços diplomáticos, afirmou o tribunal em comunicado.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com