Bolsonaro deve se reunir com ministros em São Paulo na próxima semana

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Encontro entre Presidente Temer e Presidente eleito Bolsonaro 2 (cropped).jpg

2 de fevereiro de 2019

Brasil —

Bolsonaro deve se reunir com ministros em São Paulo na próxima semana

O presidente Jair Bolsonaro deve receber alguns ministros no hospital em que está internado em São Paulo a partir da próxima semana, se houver liberação médica, informou hoje (2) a assessoria de imprensa da Presidência da República.

O ministro de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, e o vice-presidente Hamilton Mourão devem ir ao Hospital Albert Einstein, na capital paulista, onde Bolsonaro fez uma cirurgia para reconstrução do trânsito intestinal.

O fim de semana, entretanto, foi reservado para descanso e Bolsonaro não vai despachar. A assessoria da Presidência informou que os médicos advertiram Bolsonaro por ter se esforçado na fala durante a videoconferência de ontem (1º) com o general Augusto Heleno.

A orientação médica é que Bolsonaro evite falar para prevenir a entrada de gases para a cavidade abdominal. A equipe médica também pediu para que o presidente, que é palmeirense, evite emoções e não assista ao jogo de hoje entre Palmeiras e Corinthians, pelo Campeonato Paulista.

Ontem (1º), ele assistiu a grande parte da sessão de eleição da presidência do Senado que acabou sendo suspensa durante a noite e será retomada na manhã de hoje.

Por rede social, Bolsonaro enviou mensagem parabenizando a reeleição de Rodrigo Maia para a presidência da Câmara dos Deputados, mas não ligou para o parlamentar.

Bons índices clínicos

Na manhã de hoje (2), o presidente passou por avaliação médica, que verificou bons índices clínicos. Bolsonaro tem feito fisioterapia respiratória e motora, além de caminhadas. A alimentação continua intravenosa. Um boletim médico está previsto para as 17h.

Segundo a assessoria da Presidência, a mensagem que será lida ao Congresso Federal na sessão de abertura oficial na próxima segunda-feira (4) está finalizada e tratará de assuntos como reforma da Previdência e segurança das barragens.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati