Biden pede 'intervenção militar na defesa de Taiwan'

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

23 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente dos EUA, Joe Biden, em visita ao Japão, disse que os EUA interviriam militarmente se a China invadisse Taiwan.

Em uma coletiva de imprensa conjunta realizada após a reunião de cúpula com o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida no dia 23, o presidente Biden disse “sim” quando perguntado se os EUA interviriam militarmente se a China invadir Taiwan.

O presidente Biden disse que o ônus de proteger Taiwan era “muito mais forte”, especialmente após a invasão da Ucrânia pela Rússia.

A Associated Press informou que os comentários de Biden não refletem uma mudança na política dos EUA em relação a Taiwan, citando um funcionário da Casa Branca.

Enquanto isso, a China se opôs fortemente às observações do presidente Biden.

“Expressamos forte insatisfação e firme oposição às declarações do presidente Biden”, disse Wang Wen-bin, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, em um briefing no mesmo dia. Não há espaço para fazer concessões.

“A China tomará medidas decisivas para proteger sua soberania e interesses de segurança”, disse ele.

Fontes