Biden expressa preocupação com treinamento militar chinês perto de Taiwan

8 de agosto de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O presidente dos EUA, Joe Biden, expressou preocupação com os contínuos treinamentos armados da China em Taiwan.

O presidente Biden se encontrou com repórteres em uma visita ao Kentucky no dia 8, dizendo que não está preocupado com Taiwan, mas está preocupado com o movimento da China na região.

Mais cedo, os militares chineses anunciaram através do Weibo, uma rede social, que iria aumentar o treinamento, que estava prevista para quatro dias a partir do dia 4.

Biden acrescentou, no entanto, que não espera que a China tome mais medidas para aumentar as tensões.

Esta é a primeira vez que o presidente Biden fala publicamente sobre questões relacionadas à visita da presidente da Câmara, Nancy Pelosi, a Taiwan.

Quando perguntado se achava que a visita de Pelosi a Taiwan foi uma decisão sábia, Biden disse que foi a escolha de Pelosi.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Carine Jean-Pierre, mais tarde condenou os exercícios militares da China.

Jean-Pierre disse que os EUA têm criticado a China desde que as tensões aumentaram.

"Isso é o que o presidente Biden apontou", disse.

Fontes