Biden acusa Venezuela e Bolívia de não lutarem "substancialmente" contra o narcotráfico

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joe Biden

16 de setembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Os governos da Venezuela e da Bolívia foram apontados pela Casa Branca na quarta-feira como países que fizeram muito pouco no ano passado para combater o narcotráfico, segundo um memorando assinado pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

“Por meio desta designo a Bolívia e a Venezuela por não terem feito esforços substanciais nos últimos 12 meses para cumprir suas obrigações decorrentes dos acordos internacionais contra o narcotráfico e tomar as medidas cabíveis”, disse o presidente.

Além disso, outros quinze países foram identificados como os principais países da região a permitir o trânsito de drogas ilícitas, ou como os principais produtores das mesmas, e são eles: Bahamas, Belize, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, Equador , El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, Jamaica, México, Nicarágua, Panamá e Peru.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit