Beyoncé, Lady Gaga, Taylor Swift e Justin Bieber: veja quem são os cantores nomeados para o Grammy 2021

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Do pop e rock ao gospel, passando por uma categoria infantil, nomes famosos e outros nem tanto foram divulgados hoje pela Recording Academy para concorrerem aos prêmios Grammy 2021.

Entre eles estão Beyoncé, com BLACK PARADE; Billie Eilish, com EVERYTHING I WANTED; Dua Lipa, com DON'T START NOW, e Megan Thee Stallion com Beyoncé por SAVAGE, todos concorrente ao prêmio de Gravação do Ano. Beyoncé, com BLACK PARADE, também concorre ao prêmio de Melhor Performance.

Dua Lipa também recebeu uma indicação para o Álbum do Ano e Melhor Álgum Pop por FUTURE NOSTALGIA, mesmos prêmios disputado por Taylor Swift com FOLKLORE. Lipa também concorre ao prêmio de Melhor Dupla/Grupo, com UN DIA (ONE DAY), gravado com J. Balvin, Bad Bunny e Tainy.

Ao prêmio Melhor Solo Pop concorrem os conhecidos Justin Bieber, com YUMMY; Billie Eilish, também com EVERYTHING I WANTED, Dua Lipa, com DON'T START NOW, e Taylor Swift, com CARDIGAN. Bieber também disputa o Melhor Dupla/Grupo com a música INTENTIONS, gravada com Featuring Quavo.

Como Melhor Dupla/Grupo também concorre Lady Gaga com Ariana Grande, por RAIN ON ME, e Taylor Swift com Bon Iver, com a música EXILE. Gaga também disputa o Melhor Álbum Pop com CHROMATICA.

Até a veterana atriz Renée Zellweger foi posta na lista. Ela disputa o Melhor Álbum Pop Tradicional com a obra JUDY.

Veja a lista completa dos nomeados aqui.

Os mais indicados

Beyoncé recebeu nove indicações, enquanto Taylor Swift, Dua Lipa e Roddy Ricch receberam seis cada.

A Variety escreveu em seu website que tantas indicações para Beyoncé são uma surpresa, já que "a superestrela nem mesmo lançou um novo álbum durante os últimos meses".

Quem decepcionou

Segundo a Variety, a indicação do cantor The Weeknd com o single "Blinding Lights" e o álbum "After Hours" era amplamente esperada, mas, numa "das que com certeza é uma dos mais chocantes exclusões na história do Grammy moderno", o artista recebeu "zero menções".

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com