Auxílio só será depositado em contas fora da Caixa a partir do dia 30

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de maio de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse hoje (20) que o segundo pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1.200 para mães solteiras) será depositado nas contas dos clientes no dia 30. Segundo ele, os beneficiários receberão automaticamente dinheiro em suas contas correntes da Caixa, do dia 30 de maio a 13 de junho, de acordo com o cronograma de retirada de dinheiro.

Guimarães explicou que, a partir de hoje, o auxílio será depositado na conta da poupança digital da Caixa com base no mês de nascimento do beneficiário. Até o dia 29, o dinheiro só pode ser processado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas bancárias, despesas de moradia (água, luz, telefone e gás) e compras em instituições parceiras.

“Foi definido que houvesse uma oferta de contas digitais para que, antes do saque, as pessoas pudessem pagar contas e fazer compras pela internet. Todos podem ficar tranquilos que, no dia em que for realizado o saque para os 3 milhões de brasileiros que não têm conta na Caixa, todo o dinheiro que está na conta digital será transferido para a sua conta”, declarou.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com