Autoridades chinesas internam manifestante em hospital psiquiátrico à força

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

26 de janeiro de 2006

Segundo um grupo de direitos humanos de Nova Iorque e a Human Rights Watch (HRW), uma mulher que protestou em Xangai contra expulsões forçadas de moradores foi forçada a internar-se numa clínica psquiátrica.

Liu Xinjuan foi presa pela polícia em 16 de janeiro num parque em Xangai quando encontrava-se com outros manifestantes. Ela foi agarrada, amordaçada e levada à força até um hospital psiquiátrico.

Na China, moradores são expulsos de suas casas para ceder lugar a shopping-centers, apartamentos e outras construções modernas. A prática tem se tornado comum em algumas localidades na China, o que tem revoltado algumas pessoas.

Outro chinês, preso por tentar participar de um velório do ex-líder do Partido Comunista Zhao Ziyang, perdeu a sua apelação judicial contra uma pena de três anos de prisão, informou o HRW.

Fontes