Auditoria aponta irregularidades na Empresa Brasileira de Correios

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de julho de 2005

Brasil

A Controladoria Geral da União, órgão fiscalizador do governo brasileiro, enviou para a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga o alegado escândalo dos Correios, um relatório de investigação sobre as atividades da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

Segundo a Controladoria, houve várias irregularidades em licitações feitas na empresa de Correios. Entre irregularidades citadas pela Controladoria estão: prejuízo potencial de R$ 17 milhões entre 2000 e 2005, superfaturamento de R$ 37 milhões nos contratos com a empresa Skymaster, especificações técnicas para favorecer somente um fabricante, contrato de R$ 2 milhões para a compra de 500 impressoras de forma emergencial sem obedecer a critérios adequados, prorrogação do prazo de entrega das impressoras sem cobrar multa de R$ 14 mil prevista no contrato, aquisição de produtos que não atendem às exigências da licitação e requisição de documentos sem amparo legal.


Fontes