Argentina relembra "a noite dos 100 tornados"

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

25 de abril de 2022

link=mailto:?subject=Argentina%20relembra%20"a%20noite%20dos%20100%20tornados"%20–%20Wikinotícias&body=Argentina%20relembra%20"a%20noite%20dos%20100%20tornados":%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/Argentina_relembra_%22a_noite_dos_100_tornados%22%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook link=https://twitter.com/intent/tweet?text=Argentina+relembra+"a+noite+dos+100+tornados"&url=https://pt.wikinews.org?curid=79142 WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
link=mailto:?subject=Argentina%20relembra%20"a%20noite%20dos%20100%20tornados"%20–%20Wikinotícias&body=Argentina%20relembra%20"a%20noite%20dos%20100%20tornados":%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/Argentina_relembra_%22a_noite_dos_100_tornados%22%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Linha de noroeste a sudeste por onde os tornados seguiram

Na tarde de 13 de abril de 1993, numa terça-feira, condições altamente instáveis ​​e a chegada de uma poderosa frente fria à província de Buenos Aires formaram um coquetel perfeito para o desenvolvimento de fortes tempestades acompanhadas de dezenas de tornados. Este evento foi classificado por especialistas como "extraordinário" e até hoje nenhuma outra tempestade na Argentina conseguiu igualar o número de tornados daquele dia.

Depois das 20 horas daquele 13 de abril quente, começaram a se formar tempestades sobre o centro da província de Buenos Aires que rapidamente se espalharam do distrito de Pehuajó para a costa atlântica entre Necochea e Mar del Plata. Especialistas calcularam que a área total afetada era superior a 4.000 km2 e estudos mostraram que o sistema de tempestades se movia a 130 km/h, uma velocidade excepcionalmente alta.

Naquele dia, entre as 20h e 23h, mais de 100 tornados foram registrados. Eles foram classificados nas categorias de F1 a F3 e causaram danos ao longo de faixas orientadas de noroeste a sudeste. Entre os distritos mais afetados estavam Pehuajó, Hipólito Yrigoyen, Carlos Casares, Bolívar, Daireaux, Gral Lamadrid, Olavarría, Tapalqué, Azul, Laprida, Benito Juárez, Tandil, Necochea, Lobería, Balcarce, General Alvarado e General Pueyrredón.

No dia seguinte, havia imagens sombrias: em Henderson, por exemplo, os estragos causados por um tornado de categoria F3 mostraram a fúria da tempestade. Outro tornado da mesma categoria destruiu grande parte da cidade de Urdampilleta, no distrito de Bolívar, e em Mar del Plata, um tornado F2 deixou a praça principal irreconhecível.

Embora essas localidades tenham sido severamente danificadas, quase toda a área atingida pelas tempestades registrou danos materiais, com telhados arrancados, linhas e galpões de energia destruídos, árvores quebradas e alagamentos devido às fortes chuvas. Os fenômenos meteorológicos daquela noite deixaram um saldo de sete vítimas fatais e centenas de feridos.

Foi um evento inédito na Argentina e reconhecido por todos os meteorologistas do mundo. Além disso, foi a maior onda de tornados registrada em todo o Hemisfério Sul, o que mostra que a região dos pampas argentinos é uma das mais propensas a tornados do mundo.

Referências

Fontes