Após negociações com Bill Clinton, jornalistas são libertadas na Coreia do Norte

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de agosto de 2009

Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, conseguiu a libertação das jornalistas Laura Ling e Euna Lee, presas na Coreia do Norte sob a acusação de entrar ilegalmente no país. Clinton reuniu-se com Kim Jong-il, líder do país.


Cquote1.png

Kim Jong-il assinou uma ordem ao diretor da Comissão de Defesa Nacional garantindo um perdão especial para as duas jornalistas americanas que haviam sido condenadas a trabalhos forçados de acordo com o artigo 103 da Constituição Socialista, e ordenando que sejam soltas

Cquote2.svg
Declaração da KCNA, agência estatal norte-coreana




Segundo fontes citadas pela Agência Reuters, Clinton não prometeu nenhuma recompensa ao governo de Pyongyang para conseguir a libertação.

Notícia relacionada

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati