Após negociações com Bill Clinton, jornalistas são libertadas na Coreia do Norte

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de agosto de 2009

Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, conseguiu a libertação das jornalistas Laura Ling e Euna Lee, presas na Coreia do Norte sob a acusação de entrar ilegalmente no país. Clinton reuniu-se com Kim Jong-il, líder do país.


Cquote1.png

Kim Jong-il assinou uma ordem ao diretor da Comissão de Defesa Nacional garantindo um perdão especial para as duas jornalistas americanas que haviam sido condenadas a trabalhos forçados de acordo com o artigo 103 da Constituição Socialista, e ordenando que sejam soltas

Cquote2.svg
Declaração da KCNA, agência estatal norte-coreana




Segundo fontes citadas pela Agência Reuters, Clinton não prometeu nenhuma recompensa ao governo de Pyongyang para conseguir a libertação.

Notícia relacionada

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati