Alto executivo do 'Exército Vermelho Japonês' é libertado da prisão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

28 de maio de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Shigenobu Fusako, um alto escalão do "Exército Vermelho Japonês" responsável por vários crimes terroristas na década de 1970, foi libertado da prisão.

Segundo a AFP e a mídia japonesa, Shigenobu, condenado a 20 anos de prisão por ocupar a embaixada francesa em Haia, na Holanda, em 1974, foi libertado da prisão hoje (28).

Shigenobu é um dos principais quadros do Exército Vermelho Japonês, responsável por vários incidentes terroristas, incluindo o ataque ao aeroporto de Tel Aviv em 1972 em associação com grupos armados palestinos nas décadas de 1970 e 1980.

O Exército Vermelho Japonês, uma organização formada pelos executivos do 'Exército Vermelho' de extrema esquerda no Japão, foi dissolvida após a prisão de Shigenobu em 2000.

“Peço desculpas pela inconveniência que minha prisão causou a muitas pessoas"=”, disse Shigenobu a repórteres imediatamente após ser libertado da prisão.

Fontes