Acordo de cooperação entre a Universidade Lusófona e a Universidade de Berkeley (Califórnia)

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de junho de 2007

Portugal

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) e a Universidade da Califórnia (Berkeley) assinaram em Lisboa no dia 5 de junho pelas 11 horas, um protocolo de colaboração técnica e científica em várias áreas do saber.

Este é o primeiro programa de cooperação entre universidades portuguesas e congéneres norte-americanas assinado com uma instituição de ensino público dos EUA. É válido por três anos, com renovação automática.

É também o primeiro acordo que não envolve o Estado português na negociação ou investimento. Contrariamente aos programas assinados por Portugal com o MIT ou Carnegie Mellon que implicam um forte investimento por parte das entidades públicas, neste caso todo o investimento fica a cargo dos parceiros privados nacionais.

Berkeley é a principal instituição de ensino superior do sistema de ensino público do Estado da Califórnia, sendo actualmente uma das mais prestigiadas universidades norte-americanas e a única universidade pública presente no topo dos rankings de avaliação nos EUA. A instituição actua nas mais diversas áreas do saber e integra mais de 80 departamentos e escolas.

O acordo cobre as diferentes áreas do saber em que ambas as instituições leccionam, com especial incidência nas áreas:

1) Das Ciências Naturais e Exactas,
2) Engenharias,
3) Ciências da Saúde,
4) Artes.

Estão previstas diversas acções de colaboração, entre as quais se destacam : o intercâmbio de docentes e investigadores, o acesso por parte de alunos de mestrado e doutoramento da Universidade Lusófona a programas da Universidade da Califórnia e o desenvolvimento de programas conjuntos de Investigação e Desenvolvimento.

Assim:

• Os docentes, investigadores e alunos envolvidos nos intercâmbios – auxiliados económica e materialmente pela instituição de origem – terão acesso a todas as instalações equipamentos e facilidades académicas, junto da instituição anfitriã;
• A selecção de estudantes será feita em conjunto pelas duas instituições.
• Todos os anos lectivos serão escolhidos quatro alunos, que frequentarão, no máximo, quatro cadeiras durante dois semestres;
• Os estudantes terão a oportunidade de se candidatarem a bolsas de estudo;
• A ULHT e Berkeley farão o intercâmbio de materiais académicos com interesse mútuo, sejam eles publicações, currículos e relatórios de investigação pertinentes;
• As duas instituições comprometem-se a enviar representantes das comunidades académicas, para que estes participem em sessões públicas como conferências e colóquios;

Durante a assinatura do protocolo, foram apresentadas as primeiras imagens que documentam parte dos trabalhos desenvolvidos pela ULHT durante a Luso-Expedição 2007, um projecto de investigação desenvolvido pela Universidade Lusófona e pela Marinha Portuguesa no âmbito do estudo dos mares e da vida marinha e que se espera venha a ser um dos primeiros projectos onde haja já no imediato um profundo envolvimento da Universidade de Berkeley.

Fontes