Abimael Guzmán, chefe do autoritário Sendero Luminoso, morre no Peru

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abimael Guzmán

12 de setembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Abimael Guzmán, o líder da brutal insurgência Sendero Luminoso no Peru, morreu no sábado em um hospital militar aos 86 anos.

Manuel Rubén Abimael Guzmán Reinoso foi um líder maoísta peruano. Ele fundou o Partido Comunista do Peru - Sendero Luminoso em 1969 e liderou uma campanha terrorista contra o governo peruano até sua captura pelas autoridades em setembro de 1992. Posteriormente, foi condenado à prisão perpétua por terrorismo e traição.

O Sendero Luminoso estava ativo no Peru desde o final dos anos 70 e começou sua "guerra popular" em 17 de maio de 1980 sob o "Pensamento Gonzalo", uma adaptação do marxismo-leninismo à realidade peruana.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit