Índia e África do Sul devem ser eleitos membros do Conselho de Segurança da ONU

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

26 de setembro de 2010

Aristóteles
Outras notícias sobre política


Brasília - O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, disse hoje (25), que a Índia e a África do Sul devem ser eleitas como membros provisórios do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Segundo ele, será a primeira vez que o grupo Ibas (Índia, Brasil e África do Sul) estará completo no Conselho de Segurança.

{{quote2|A Índia e a África do Sul devem ser eleitas para o Conselho de Segurança porque são candidatos endossados por suas regiões, mas temos de esperar formalmente a eleição. Acho isso uma coisa muito importante.|Celso Amorim, após reunião com os ministros do grupo, em Nova Iorque.

Durante reunião com o ministro de Assuntos Exteriores da República da Índia, S.M. Krishna, e o ministro das Relações Internacionais e Cooperação da África do Sul, Maite Nkoana Mashabane, Amorim destacou a importância da cooperação entre os três países.


Cquote1.png

O Ibas nasceu da consciência de uma afinidade. Nós somos três grandes países em desenvolvimento, três democracias pujantes, vibrantes, três sociedades multiétnicas e cada uma em um continente. O [grupo] Bric [Brasil, Índia e China] foi criação do mercado, o Ibas foi uma criação do espírito, houve uma alta identificação entre nós.

Cquote2.svg
'




Os ministros enfatizaram a importância da implementação dos compromissos assumidos pelos parceiros do Ibas em ajudar outros países em desenvolvimento a atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio até 2015. Eles também se comprometeram a reforçar a cooperação por meio do Fundo Ibas de Combate à Fome e à Pobreza.

De acordo com Amorim, a reforma do Conselho de Segurança também foi discutida entre os ministros.

Cquote1.png

A consciência de que é preciso haver essa reforma está se tornando cada vez mais clara. O próprio presidente da Assembleia Geral [da ONU] tem dito isso. Países que não estão propriamente vinculados à reforma estão dizendo isso. Tenho uma expectativa de que esse ano vai ser um ano importante para a reforma do Conselho de Segurança.

Cquote2.svg
'




Anteontem (23), no discurso de abertura da 65ª Assembleia Geral da ONU, o chanceler brasileiro já havia reiterado considerar necessária a reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati