Wikinotícias:Ponto de vista neutro

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Atalho:
WN:PVN

A política do Wikinotícias é que todos os artigos devem ter um ponto de vista neutro (PVN).

[Ponto de vista neutro tem que ser] absoluto e não negociável


Introdução

A política de ponto de vista neutro estabelece que todas as pessoas devem escrever artigos sem viés e que apresentar todos os pontos de vista de forma justa.

A politica de ponto de vista neutro é facilmente confundida. A política não significa que tu só podes escrever artigos sob um ponto de vista totalmente neutro. A política diz que um artigo deve deve apresentar de maneira justa todos os pontos de vista, sem que se afirme ou insinue que algum dos lados está correto.

É crucial que os wikijornalistas trabalhem em grupo para tornar os artigos neutros. Isto é um dos grandes méritos do Wikinews.

O conceito básico de neutralidade

No Wikinews nós usamos os termos "neutro", "sem viés" e "ponto de vista neutro" de uma forma precisa:

Artigos sem viés descrevem debates de maneira justa ao invés de defender algum lado. Visto que todos os artigos são editados por pessoas, isto é difícil, pois as pessoas são inerentemente não neutras.

A formulação original de PVN

...
Wikinotícias:Ponto de vista neutro
O ponto de vista neutro procura apresentar ideias e fatos de uma forma que todos os apoiadores e oponentes possam concordar. Logicamente, 100% de concordância não é possível, há defensores de ideologias no mundo que não irão fazer concessões para nenhuma outra opinião que não seja obrigatoriamente uma declaração de um de seus pontos de vista. Nós só podemos esperar um tipo de redação que é aceito por todos, de pessoas que são em essência racionais, e que divergem em alguns pontos particulares.
...
Wikinotícias:Ponto de vista neutro

Jimmy Wales, fundador da Wikimedia

.

Por que Wikinotícias haveria de ser neutro?

Wikinotícias é uma fonte de notícias genérica, o que significa que é uma declaração de fatos sobre eventos. Todavia nós (seres humanos) algumas vezes discordamos sobre casos específicos. Para todo tema que tem pontos de vista em disputa, cada visão representa uma teoria diferente sobre qual é a verdade, e ao mesmo tempo acredita que as outras visões são falsas. Onde existe uma discordância sobre o que é verdade, há uma discordância sobre o que constitui conhecimento. Wikinews funciona porque é um esforço colaborativo. Mas enquanto colaboração, como podemos solucionar problemas de "uma guerra de edição" sem fim na qual uma pessoa afirma que p é verdadeiro, ao mesmo tempo que outra faz alterações no texto para demonstrar que não-p é que é verdadeiro?

Uma solução é aceitarmos que para os propósitos do Wikinews que o "conhecimento humano" inclui todas diferentes teorias significativas, sobre todos os diferentes tópicos. Nós poderíamos reunir fatos de uma forma não neutra, apresentarmos uma série de teorias sobre um tema T, e então concluir que a verdade sobre T é isto-e-aquilo. Mas, novamente, considere que Wikinews é internacional e um projeto colaborativo. Aproximadamente todo ponto de vista sobre todos assunto poderá ser encontrado entre os autores e os leitores. Para escrever sob um ponto de vista neutro a respeito de um tema que tem visões controversas, sem defender nenhuma dessas visões em detrimento das outras, é geralmente suficiente apresentar todas as visões em disputa, de uma maneira que seja mais ou menos aceitável por todos, e em seguida dizer quem são os apoiadores de cada uma delas.

Há um motivo a mais para no comprometermos com esta política. Ainda que esteja claro para os leitores que esperamos não adotar nenhuma opinião em particular como verdadeira, eles estão livres para pensar o que quiserem. Logo, encorajamos a independência intelectual. Governos totalitários e instituições dogmáticas em todos os lugares do mundo podem encontrar motivos para oporem-se ao Wikinews: a apresentação de diferentes teorias conflitantes a respeito de uma ampla variedade de assuntos. A existência do projeto Wikinews demonstra que seus criadores acreditam na capacidade dos leitores para formar suas próprias opiniões, por eles mesmos. Os textos são apresentados a partir de múltiplos ponto de vista de maneira justa, sem que se exija do leitor a aceitação de qualquer um deles. A neutralidade subverte o dogmatismo, e quase todos os que trabalham no Wikinews concordam que isto é uma boa coisa.

O que é um ponto de vista neutro?

Aquilo que desejamos dizer não é tão óbvio e pode ser facilmente confundido.

Há muitos outros modos de compreensão válidas sobre o que significa "não enviesado", "neutro", etc. A noção de "redação não enviesada" que orienta a política do Wikinews é "a apresentação de visões conflitantes sem tomar partido por nenhuma delas". Isto precisa ser agora esclarecido de maneira melhor.

Em primeiro lugar, é extremamente importante que entenda o que significa dizer que uma escrita neutra apresenta pontos de vista conflitantes, sem tomar partido por nenhum deles, A redação neutra não apresenta somente os pontos de vista mais populares; dentre todos os pontos de vista apresentados, ela não afirma que as opiniões mais populares são as corretas, nem que as opiniões intermediárias são as certas, Apresentar todos os ponto de vista significa, mais ou menos isso: dizer que na situação atual do debate os partidários de p acreditam em p e os partidários de q acreditam em q.

Um ponto aqui precisa ser bem explicado. Nós dissemos que o ponto de vista neutro não é contrário à aparente implicação da frase, nem que é um ponto de vista que é "neutro" ou "intermediário" entre todos aqueles apresentados. O atual significado de ponto de vista neutro para o Wikinews não é um ponto de vista afinal. Segundo nossa compreensão, quando alguém escreve de forma neutra toma muito cuidado para não afirmar, implicar ou insinuar uma mensagem sutil para o leitor acreditar que algum ponto de vista em particular é correto.

Outro ponto precisa ser também ficar claro. Redigir objetivamente pode ser descrito como descrever disputas, caracterizando-as, ao invés de engajar-se nelas. Alguém pode imaginar redigir de forma neutro como a descrição justa e analítica de debates. Agora uma importante esclarecimento. Artigos que comparam pontos de vista diferentes não precisam dar exatamente a mesma atenção para pontos de vista populares e para pontos de vista defendidos por uma minoria. Se assim procedermos estaremos a alterar a forma da disputa. Se pretendemos apresentar a disputa de modo justo, devemos mostrar os pontos de vista em proporção com a sua representatividade entre os especialistas no assunto, ou entre os partidos envolvidos.

Viés, por si só, não precisa ser consciente. Os novatos numa área, por exemplo, frequentemente falham em perceber que aquilo que soa como senso comum está na verdade com um viés em favor de um determinado ponto de vista. Para citar outro exemplo, os redatores podem, sem querer, propagar viés geográfico, ao descrever uma disputa como se ela estivesse a ser conduzida num país, sem saber que essa disputa é formulada de modo diferente em outro lugar.

A política de ter ponto de vista neutro não é esconder diferentes pontos de vista, mas mostrar a diversidade deles. Em caso de controvérsia, os pontos mais fortes e os mais fracos serão mostrado de acordo com cada ponto de vista, sem tomar partido por nenhum lado. O ponto de vista neutro não é uma política "separada mas igual". Os fatos, são por eles mesmos, neutros, mas a simples acumulação deles não pode ser o ponto de vista neutro. Somente se os pontos de vista favoráveis forem mostrados no artigo, ele será ainda não neutro.

Uma simples formulação

Nós algumas vezes damos uma formulação alternativa para a política de neutralidade: expresse fatos, inclusive fatos sobre opiniões (não opiniões isoladas). Por "fato" nós queremos nos referir a "um pedaço de informação sobre o qual não há nenhuma séria disputa", Neste sentido, uma pesquisa que mostra um certo resultado é um fato. Que Marte é o nome de um planeta é outro fato. Que Sócrates foi um filósofo é um fato. Não há nenhuma séria disputa sobre qualquer uma dessas coisas. Assim estamos livres para afirmar tantas vezes quanto quisermos. "Opinião", por outro lado, nós definimos como "um pedaço de informação sobre o qual existe alguma disputa". Há casos limítrofes onde não temos certeza se devemos levar certa disputa em particular a sério. Todavia há muitas proposições que expressam opiniões de forma muito clara. Dizer que os Beatles foi a maior banda que já existiu é uma opinião. Que os Estados Unidos agiram errado ao jogar a bomba atômica sobre Hiroshima e Nagasaki é uma opinião.

Para determinar se alguma coisa é um fato ou uma opinião conforme essa definição, não importa se a opinião corrente é de que a opinião é verdadeira, Em teoria isso poderia ser um "falso fato" (alguma coisa sobre a qual todo mundo concorda, mas que na verdade é falso).

Wikinews está devotado a relatar fatos e somente fatos. Quando quisermos apresentar uma opinião, precisamos convertê-la em fato atribuindo-a a alguém. Logo, no lugar de dizer: "Os Beatles foram a maior banda que já existiu", devemos dizer: "A maioria dos americanos acredita que os Beatles foram a maior banda que já existiu". Este último é um fato que pode ser verificado pelo resultado de uma pesquisa. Outro fato poderia ser: "Os Beatles fizeram muitas canções que estão na relação das 100 canções mais quentes". Na primeira vez expressamos uma opinião, na segunda e terceira vezes nós "convertemos" aquela opinião para um fato. Este fato simplesmente diz que: "esta pessoa tem essa opinião".

É importante notar que esta formulação é substancialmente diferente de "algumas pessoas acreditam que...", muito popular em debates políticos. A referência exige um sujeito que possa ser identificado e quantificado.

Além do mais, ao apresentar uma opinião, é importante que tenhamos em mente que há algumas vezes desentendimentos sobre a melhor forma como as opiniões devem ser expressadas. Algumas vezes será necessário qualificar a descrição de uma opinião ou apresentar várias formulações, simplesmente para chegar a uma solução que de forma justa representa as mais importantes visões da situação. É geralmente importante fornecer fatos a respeito dos motivos por trás dessas visões, e deixar claro quem os apoia (quase sempre é melhor citar um representante proeminente da visão).

Uma consequência: escrever pelo inimigo

Aqueles que, por exemplo, constantemente tentam defender seus pontos de vista em contendas políticas sem se importar com o fato de os outros pontos de vista estarem representados de maneira justa ou não, estão a violar a política de neutralidade. A política diz que é nosso trabalho falar pelo outro lado. Se não nos comprometermos em fazer isso, Wikinews ficará muito fraco em relação a essa política. Nós devemos nos engajar em explicar outros pontos de vista da forma mais simpática possível.

O outro lado pode muito bem achar que nossas tentativas de caracterizar suas visões são inadequadas, mas é a intenção que conta. Ao resolver disputas sobre questões de neutralidade, é bem melhor reconhecer e tentar, pelo menos, apresentar de modo justo todos os outros lados envolvidos. Isso será mais apreciado do que não tentar pelo menos.

"Escrever pelo inimigo" pode levar alguns a acreditar que iremos deliberadamente acrescentar só argumentos contrários ruins ao Wikinews, o que soaria muito estranho. Ao invés disso, é melhor imaginar que iremos acrescentar os melhores argumentos (publicados) da oposição, da forma mais simpática possível, e de preferência acompanhados de uma citação de uma personagem proeminente que mostrou seu argumento da mesma forma que nós.

Ponto de vista anglo-americano

Parece que o Wikinews tem um foco anglo-americano. Isto não é contrário ao ponto de vista neutro?

Sim , é. Especialmente quando se trabalha com artigos que exigem uma perspectiva internacional. A presença de artigos escritos para os Estados Unidos ou Reino Unido é simplesmente um reflexo do fato que há muitos cidadão americanos e britânicos a trabalhar no projeto, o que por sua vez, é reflexo do fato de muitos deles estarem na internet. Este é um problema corrente que deve ser corrigido pela colaboração ativa de pessoas de outros países. Mas, ao invés de elas introduzirem seu próprio viés cultural, elas devem buscar a melhoria dos artigos através da remoção de todos os casos de viés cultural que encontrarem. Este não é somente um problema para a Wikipédia inglesa. A Wikipédia francesa pode também apresentar um viés francês, a Wikipédia japonesa pode sofrer de viés japonês, e assim por diante.

Lidar com contribuidores não neutros

Eu concordo com a política de neutralidade, todavia há pessoas aqui que parecem ter comportamento completamente enviesado. Eu tenho que ficar constantemente a corrigir o que elas fazem. O que posso fazer?

A não ser que o caso seja realmente repreensível, a melhor coisa a fazer é chamar a atenção pública para o problema, apontar os responsáveis (de maneira educada) e solicitar ajuda a outras pessoas.

Evitar constantes disputas

Como podemos evitar constantes e intermináveis disputas sobre questões de neutralidade?

A melhor maneira para evitar uma guerra sobre neutralidade é lembrar que todas as pessoas aqui são razoavelmente inteligentes e articuladas, do contrário não estaríamos a trabalhar com isso, nem estaríamos a chamar tanto a atenção. Nós temos que tomar como nosso objetivo entender cada uma das outras perspectivas das outras pessoas e trabalhar duro para assegurar que essas outras perspectivas estão a ser representadas de maneira justa. Quando surge uma disputa do tipo o artigo "deveria" dizer isso ou aquilo é "verdade", nós não devemos adotar de imediato uma posição contrária. Nós devemos fazer o melhor para recuar e perguntar a nós mesmos: "Como esta disputa pode ser apresentada da maneira mais justa?" Isto precisa ser perguntado repetidamente para cada vez que surge um ponto de vista controverso. Não é nosso trabalho editar o Wikinews de forma que ele reflita nossas próprias visões individuais e defendê-las contra edições contrárias. Nosso trabalho é trabalharmos juntos, principalmente a adicionar novo conteúdo, mas também, quando necessário, chegar a um compromisso sobre como controvérsias devem ser descritas, de maneira que seja justo para todos os lados.