Professoras e motorista protagonizam escândalo sexual na Argentina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

13 de janeiro de 2008

Um escândalo sexual sacudiu a pequena cidade de Saladas, localizada na província argentina de Corrientes.

Fotos e vídeo de um motorista tendo relações sexuais com seis professoras, cinco delas casadas, foram parar na internet. O caso estourou em dezembro de 2007 e ficou conhecido como orgia de las maestras.

Um motorista de 35 anos costumava levar seis professoras com idade de 30-40 anos que moravam em Saladas até uma escola da zona rural, numa localidade conhecida como Pago del Deseo (Sítio do Desejo). Durante algumas dessas viagens, o motorista e as professoras se dirigiam a um local onde mantinham relações sexuais. O motorista que tinha um celular com câmara filmou e tirou fotos de alguns desses encontros íntimos. Mais tarde, o motorista transferiu as fotos para seu computador pessoal.

Tudo transcorria sem maiores transtornos até que a namorada do motorista descobriu as fotos e os vídeos no computador. Furiosa, ela publicou o material na internet e avisou os maridos das mulheres implicadas. Em pouco tempo, boa parte da cidade, da Argentina e do mundo teve acesso às fotografias comprometedoras.

A maioria das fotografias que vazaram pela internet mostra as professoras em poses eróticas e a praticar sexo oral com o motorista.

Uma das mulheres que aparece nas fotos reclamou da repercussão do caso e disse que ele prejudicou muitas pessoas: "Quero também deixar em claro que muitos comentários maliciosos e o tratamento, em alguns momentos, mórbido sobre o tema, fizeram com que as famílias fossem prejudicadas. A docência não tem nada a ver. Famílias estão destruídas, fora outros problemas que cada uma pode ainda ter. Machucou muita gente inocente, entre elas crianças".

Chat white.svg

Tem uma opinião sobre a notícia?
Fale pra gente qual é!


Fontes

Compartilhe essa notícia: Compartilhe via Facebook Compartilhe via Digg.com Compartilhe via delicious Compartilhe via reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati Tweet essa reportagem Compartilhe via identi.ca Compartilhe via Google+