Perfil falso de Fabinho no Orkut

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

9 de fevereiro de 2008

Um perfil do voltante do Corinthians Fabinho no Orkut, site de relacionamentos na internet, está recebendo mensagens de fãs e a maioria delas é respondida. O maior problema é que segundo o jogador, ele não é o autor dos textos.

A assessoria do jogador enviou nota para a imprensa sobre o perfil falso do jogador no Orkut. O jogador pretende entrar na justiça e processar o responsável pelo perfil.

"Essa situação é complicada, porque envolve minha família e meus amigos. Já criaram comunidades em minha homenagem, e acho isso legal, mas criar uma página para se passar por Fabinho já é demais. Conversei com meus advogados e eles já estão tomando as providências cabíveis", disse o jogador.

O perfil

O perfil contém fotos dele com amigos, no Japão e na França. Mensagens de fãs são enviadas desde dezembro de 2007, e a maioria é respondida.

Algumas das mensagens falava da vida pessoal, relatando encontros com torcedores do time do Parque São Jorge, que na verdade nunca ocorreram.

No perfil também há insinuações de que um ex-companheiro do clube japonês Cerezo Osaka-JAP fosse gay.

"Nunca colocaria uma foto de um companheiro de equipe ofendendo daquela maneira, nem por brincadeira", repudiou Fabinho.

Histórico de outros casos

Casos de perfis falsos criados usando o nome de celebridades se tornaram comuns no Orkut. Citando exemplos, o presidente Lula tem 80, o empresário e apresentador Silvio Santos tem 40 perfis, e a apresentadora Xuxa tem 27.

Um dos casos recentes que foram parar na justiça é sobre o piloto Rubinho Barrichello, que resultou no Google sendo obrigado a retirar todos os perfis falsos.

"A responsabilidade da empresa é inegável, pois ela fornece espaço para todo tipo de postagens, que cria uma política de uso, com políticas de uso. Cabe a ela, que de fato hospeda todas as 'comunidades' e 'perfis', a retirada dessas páginas do ar", afirmou, à época, Carolina Stocco Lyra Ranieri, advogada de Barrichello.

Fontes