Manifestação em São Paulo em homenagem as vítimas do acidente aéreo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

30 de julho de 2007

São Paulo

Manifestação em São Paulo em homenagem as vítimas do acidente aéreo.

Segundo os organizadores, entre 7 e 8 mil pessoas participaram de uma marcha em homenagem às vítimas do acidente aéreo da TAM, que causou a morte de mais de 200 pessoas.

A marcha de homenagem começou no Ibirapuera, região sul de São Paulo e chegou até o lugar do acidente, região do Aeroporto de Congonhas por volta das 11:45 (UTC-3) deste domingo.

Familiares dos mortos do acidente e pessoas solidárias participaram do acto em memória e de protesto contra o caos aéreo que acontece no Brasil. Bastante comovidos os participantes levaram flores brancas em direção ao prédio da TAM, onde ocorreu o acidente no último dia 17.

Apesar de os organizadores terem anunciado que o protesto não teria nenhum caráter político, algumas pessoas que participaram do evento levaram cartazes e gritaram culpando o governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo pior acidente da história do país. "Fora Lula" Fora Lula" gritou um grupo de manifestantes em mais de uma ocasião. Durante o acto pousaram três aeronaves, uma delas era da empresa TAM que provocou gritos e insultos por parte dos presentes.

"Esta foi a primeira vez que a Defesa Civil autorizou a aproximação próximo do lugar do acidente. Depois de um grande silêncio, os participantes rezaram o Pai Nosso, cantaram o Hino Nacional e homenageram os bombeiros, "verdadeiros e uns dos poucos heróis do país" foram as declarações do Marcio Neubauer ao portal de notícias brasileiro A Tarde Online.

Entre as organizações que participaram estavam: a Fundação SOS Mata Atlântica, Campanha Rir para Não Chorar e A Associação Brasileira de Parentes e Vítimas de Acidentes Aéreos.

Os manifestantes e organizadores da marcha convocaram um boicote aéreo para o próximo dia 18 de agosto em todos os vôos do Brasil.

Notícias relacionadas

Fontes