Governos estaduais do Brasil decidem se prorrogam férias escolares

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gripe A
Notícias relacionadas


Pessoas na Cidade do México vestindo máscaras em um trêm pelo vírus H1N1
Mais informações sobre a Gripe:


Agência Brasil

28 de julho de 2009

Diante do crescente número de casos de influenza A (H1N1) – gripe suína no país, secretarias de Educação de vários estados têm adotado medidas para evitar a contaminação pelo vírus Influenza H1N1 nas escolas. Em alguns estados, as secretarias ainda não decidiram se mantêm o calendário escolar.

Na rede estadual de ensino do Rio Grande do Sul, o retorno às aulas está previsto para a próxima segunda-feira (3). Autoridades do estado marcaram uma reunião para a próxima quinta-feira (30) a fim de decidir se mantêm a data ou prorrogam as férias escolares.

Segundo a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, por meio de videoconferência, os 210 mil professores da rede de ensino público estadual foram orientados sobre as precauções para evitar a contaminação. A secretaria informou hoje (28) que o início das aulas da rede estadual foi adiado para 17 de agosto.

No estado do Rio de janeiro, representantes da Secretaria de Educação se reúnem hoje para decidir se adiam o início do segundo semestre letivo.

As unidades de ensino do Distrito Federal deveriam ter reiniciado as atividades ontem (27), mas a volta às aulas foi adiada para a semana que vem. A Secretaria de Educação do DF decidiu que os professores devem receber orientações sobre a doença antes de começarem a trabalhar. Um encontro para informá-los sobre medidas de prevenção está marcado para a próxima sexta-feira (31).

Diferentemente do que ocorre nos colégios da rede pública, alunos de algumas escolas privadas do Distrito Federal já voltaram a estudar. “Temos uma estrutura e ambiente adequados, diferentes das escolas públicas. Não temos por que não iniciar as aulas. Todas as precauções fundamentadas nas orientações do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação estão sendo tomadas”, disse Lucy Aissami, diretora pedagógica de uma escola particular de Brasília.

São Paulo

A Secretaria de Educação do Estado de São Paulo informou hoje (28) que o início das aulas da rede estadual de ensino será adiado. Inicialmente marcada para o dia 3 de agosto, a volta às aulas foi transferida para 17 de agosto. A medida atende à recomendação da secretaria, para evitar que alunos sejam contaminados pelo vírus Influenza H1N1.

O órgão informou que cumprirá o calendário letivo de 200 aulas por ano e que as aulas poderão ser repostas aos sábados ou durante as férias de dezembro.

Procurado pela Agência Brasil, o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo (Sieeesp) afirmou que aguarda orientações do Ministério da Saúde para recomendar a prorrogação das férias.

Fontes

Domínio Público Esta notícia é uma transcrição parcial ou total da Agência Brasil.
Este texto tem licença Creative Commons Atribuição 3.0. Brasil aqui
.
Veja toda a licença e os termos de uso (copyright) da página da agência e da EBC.



Compartilhe em Menéame Facebook Twitter Digg.com Fresqui Newsvine Share on delicious MySpace Reddit Identi.ca