Continua rebelião no Presídio do Urso Branco, em Rondônia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

28 de dezembro de 2005

Brasil

Desde domingo (25), estão rebelados os presidiários da Casa de Detenção José Mário Alves da Silva, mais conhecida como Presídio Urso Branco, na cidade de Porto Velho, em Rondônia.

Os amotinados mantém cerca de 200 pessoas como reféns, a maioria parente dos presos, detida durante o horário de visitas. Segundo os detentos, nem todos são reféns e muitos estão no interior do presídio por livre e espontânea vontade.

O presidiários anunciaram o assassinato de 16 outros presos, como forma de pressionar as autoridades brasileiras a atender as reivindicações. A Secretaria da Segurança do Estado não confirmou as mortes. Os presos rebelados reclamam da super lotação e das más condições da cadeia. Eles também exigem a transferência de Ednildo Paula Souza, o Birrinha, para o Urso Branco.

Segundo as últimas informações dos principais meios de comunicação, há um impasse nas negociações.

Fontes